PortuguêsEnglish
 
Medicamentos Genéricos Hospitalares | Anti-Infecciosos | Fluconazol Sidefarma
Fluconazol Sidefarma
Fluconazol Sidefarma 2 mg/ ml Solução para Perfusão

Leia atentamente este folheto antes de utilizar este medicamento.
- Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler.
- Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
- Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.
- Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.


O que é Fluconazol Sidefarma e para que é utilizado
A Ciprofloxacina Claris é um antibiótico pertencente à família das fluoroquinolonas. A substância activa é a ciprofloxacina. A ciprofloxacina actua matando as bactérias que causam infecções. Apenas funciona com tipos específicos de bactérias.

Classificação farmacoterapêutica: 1.2 Antifúngicos.
Código ATC: J02AC01 Fluconazole
Fluconazol Sidefarma está indicado no tratamento de infecções provocadas por alguns fungos (em doentes com ou sem as defesas imunológicas diminuídas), tais como: infecções das mucosas da boca ou garganta, infecções da pele (por exemplo, pé de atleta ou tinha) e unhas, infecções sistémicas (internas) provocadas por Candida spp (infecções do sangue, urinárias, oculares ou de outros órgãos do corpo), infecções sistémicas provocadas por Cryptococcus spp e infecções genitais (da vagina ou glande) provocadas por Candida spp.
Fluconazol Sidefarma é também indicado na prevenção de infecções provocadas por fungos, ou seja, impedindo que a infecção se instale, ou na prevenção da recidiva de uma infecção, ou seja impedindo que uma infecção anterior se volte a instalar.
O seu médico poderá ainda recomendar a utilização de Fluconazol Sideafarma noutras situações provocadas por fungos.

Antes de utilizar Fluconazol Sidefarma
Não utilize Fluconazol Sidefarma
- Se tem alergia (hipersensibilidade) ao fluconazol, a outros compostos azólicos relacionados ou a ou a qualquer outro componente de Fluconazol Sidefarma.
- se em tratamentos anteriores com fluconazol ou outros antifúngicos semelhantes tenham ocorrido reacções alérgicas.

Tome especial cuidado com Fluconazol Sidefarma
Os doentes que esteja, a ser medicados com doses de fluconazol iguais ou superiores a 400 mg diários não derverão tomar terfenadina (anti-histamínico).
Os doentes que estejam a ser medicados com fluconazol não deverão tomar cisapride (medicamento para o refluxo gastro-esofágico).

Idosos:
Nestes doentes serão adoptados os esquemas posológicos normais.

Insuficiência renal:
Deverá informar o seu médico se já teve, ou se tem, doenças dos rins pois poderá haver necessidade de proceder a um ajustamento da dose a administrar.

Insuficiência hepática:
Deverá informar o seu médico se já teve, ou tem problemas de fígado.

Utilizar Fluconazol Sidefarma com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.
Comunique ao seu médico se estiver a tomar algum dos seguintes medicamentos:
- Varfarina (anticoagulante)
- Sulfonilureias (medicamentos para a diabetes)
- Hidroclorotiazida (medicamento para a hipertensão)
- Fenitoína (medicamento para a epilepsia)
- Rifampicina (medicamento para a tuberculose)
- Ciclosporina (imunossupressor)
- Teofilina (medicamento dilatador dos brônquios)
- Terfenadina e astemizole (anti-histamínico)
- Zidovudina (antiviral)
- Benzodiazepinas de acção curta ex. midazolam, traizolam (tranquilizantes)
- Cisapride (medicamento para o refluxo gatro-esofágico)
- Rifabutina (antibiótico)
- Tracrolimus (imunossupressor).

Utilizar Fluconazol Sidefarma com alimentos ou bebidas
Não aplicável.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.

Gravidez:
Se está grávida (ou pensa poder estar grávida) apenas poderá tomar fluconazol se receitado por um médico que tenha conhecimento da sua situação.

Aleitamento:
Não se recomenda o uso de Fluconazol durante o período de aleitamento.
Condução de veículos e utilização de máquinas.
A experiência com fluconazol indica que é improvável que o tratamento com este fármaco afecte a capacidade do doente para conduzir ou utilizar máquinas.

Informações importantes sobre alguns componentes de Fluconazol Sidefarma.
Este medicamento contém 15 mmol de sódio por cada 200mg (100ml). Esta informação deve ser tida em consideração em doentes com ingestão controlada de sódio.

Como utilizar Fluconazol Sidefarma
Utilizar Fluconazol Sidefarma sempre de acordo com as instruções do médico. Fale com o médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

As doses habituais são:
Infecções sistémicas causadas por Cryptococcus sp
- 400 mg no 1º dia, seguido de 200-400 mg uma vez ao dia, durante pelo menos 6-8 semanas. Para evitar que a infecção se volte a instalar, após o tratamento inicial, utilizar a dose diária de 200 mg até decisão médica.

Infecções sistémicas causadas por Candida sp
- 400 mg no 1º dia, seguido de 200-400 mg/dia. A duração do tratamento depende da evolução da infecção.

Infecções da boca
- 50-100 mg uma vez ao dia, durante 7 a 14 dias. Em doentes em que as defesas imunológicas se encontram diminuídas, para evitar que a infecção recidive, após ter efectuado um tratamento inicial completo, deverão administrar-se 150 mg, uma vez por semana.

Infecções da garganta e mucosas de outra localização (por exemplo, dos brônquios)
- 50-100 mg uma vez ao dia, durante 7 a 30 dias.

Prevenção de infecções:
- 50-400 mg uma vez ao dia até decisão médica. Nos casos mais graves a dose a utilizar é de 400 mg em toma única diária.

Em crianças:
Na candídiase das mucosas a dose é de 3 mg/kg de peso; nas infecções mais graves, a dose é de 6-12 mg/kg de peso, ambas em toma única diária. Na prevenção de algumas infecções a dose recomendada é de 3-12 mg/kg de peso, uma vez ao dia.
Nas crianças de idade igual ou inferior a 4 semanas de vida, a dosagem atrás mencionada deverá ser administrada de 72 em 72 horas (nas primeiras 2 semanas) ou de 48 em 48 horas (durante a 3ª e as 4ª semanas de vida).
Modo e via de administração
A solução para perfusão será administrada por via intravenosa, em meio hospitalar ou unidade de saúde equivalente, sob vigilância e controlo médico.

Momento mais favorável à administração
Fluconazol Sidefarma poderá ser administrado a qualquer hora do dia, conforme indicação do médico.

Duração média do tratamento
A duração média do tratamento deverá ser definida pelo seu médico em função da gravidade e da evolução da situação (ver secção 3. como tomar Fluconazol Sidefarma).
Um período inadequado de tratamento poderá levar ao reaparecimento da infecção activa.
O fluconazol pode ser administrado quer por via oral, quer por via intravenosa, neste caso a uma velocidade não superior a 10 ml/minuto, dependendo a escolha da via de administração do estado clínico do doente. Na mudança de via intravenosa para via oral ou vice-versa, não há necessidade de alterar a dose diária.
O Fluconazol Sidefarma está formulado numa solução de cloreto de sódio a 0,9%, em que cada 200 mg (100 ml), contém 15 mmol de Na+ e de Cl-. Uma vez que o Fluconazol Sidefarma se apresenta sob a forma de uma solução salina diluída, há que ter em atenção a taxa de administração de fluidos nos doentes em que esteja indicada a restrição de sódio ou de líquidos.

Se utilizar Fluconazol Sidefarma mais do que deveria
Deverá consultar imediatamente o médico ou dirigir-se à urgência hospitalar mais próxima, se for administrada uma dose excessiva de Fluconazol Sidefarma, por exemplo em caso de ingestão acidental por uma criança.

Caso se tenha esquecido de utilizar Fluconazol Sidefarma
Quando tal acontecer, deve recomeçar o tratamento logo que se lembre. Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.

Se parar de utilizar Fluconazol Sidefarma
Não aplicável.
Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o médico ou farmacêutico.

Efeitos secundários possíveis
Como os demais medicamentos, Fluconazol Sidefarma pode causar efeitos secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.
O fluconazol é geralmente bem tolerado. Os efeitos secundários que têm surgido mais vezes incluem: cefaleias, tonturas, convulsões, exantema cutâneo (manchas na pele), alopécia (queda de cabelo), alterações cutâneas esfoliativas, urticária, náuseas, dores de barriga, diarreia, flatulência (gases), dispepsia (digestão difícil), vómitos e toxicidade hepática incluindo casos raros de morte, fosfatase alcalina elevada, bilirubina elevada, SGOT elevada e SGPT elevada. Poderão ocorrer reacções de anafilaxia, incluindo angioedema, edema facial e prurido, bem como leucopenia (baixa de glóbulos brancos), trombocitopenia (baixa de plaquetas), aumento de substâncias gordas em circulação (hipercolesterolemia e hipertrigliceridemia) e hipocaliemia (diminuição do potássio). Têm sido igualmente relatados casos raros de alteração do paladar.
Os efeitos secundários descritos neste folheto, quando ocorrem são geralmente e natureza moderada. No entanto, se se tornarem intensos e persitentes deverá consultar o seu médico.
Deverá contactar o seu médico se surgirem sinais de reacção alérgica como sejam o aparecimento de manchas na pele e sensação de comichão e irritação, inchaço (edema) generalizado, na garganta ou na língua e dificuldade em respirar.
Durante a vigilância pós-comercialização ocorreram casos muito raros de prolongamento do intervalo QT no electrocardiograma e torsades de pointes.

Casos ocorrarm efeitos secundários não descritos neste folheto, comunique-os ao seu médico ou farmacêutico.

Como conservar Fluconazol Sidefarma
Conservar na embalagem de origem.
Após abertura, a solução para perfusão deve ser administrada de imediato.
Manter fora do alcance e da vista das crianças.
Não utilize Fluconazol Sidefarma após o prazo de validade impresso na embalagem exterior a seguir a “VAL”. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.



Outras informações
Qual a composição de Fluconazol Sidefarma
A substância activa é Fluconazol.
Os outros componentes são: cloreto de sódio e água para injectáveis.

Qual o aspecto de Fluconazol Sidefarma e conteúdo da embalagem
Fluconazol Sidefarma apresenta-se em embalagens contendo 1 frasco para injectáveis de 50 ml (100 mg) ou 100 ml (200 mg).

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante
Titular da Autorização de Introdução no Mercado:
SIDEFARMA – Sociedade Industrial de Expansão Farmacêutica, S.A.
Rua da Guiné, n.º 26
2689-514 Prior Velho
Portugal


Fabricante:
Reig Jofré, S.A.
Gran Capitán, 10, 08970-Sant Joan Despí
Barcelona
Espanha

Para quaisquer informações sobre este medicamento, queira contactar o Titular da Autorização de Introdução no Mercado.

Este folheto foi aprovado pela última vez em 11/07/2008

< Voltar